20 Perguntas: Leo Lopes!

 

No 20 Perguntas 022: Pedro Duarte conversou com Leo Lopes no primeiro episódio da segunda temporada! Falaram sobre carreira, vida pessoal, polêmicas online e muito mais! Ótimo retorno para todos! foto: Ana Cariane

O que é o 20 Perguntas?

É exatamente isso: 20 perguntas diretas, sem direito a muitos comentários, entrevista naquele molde “pingue pongue”, sabe? A intenção é intercalar perguntas malucas, non sense, divertidas, com assuntos sérios sobre a vida do nosso convidado: as opiniões e até histórias – mas só se ele quiser contar! Ou seja, o 20 Perguntas dura o quanto o convidado tiver a falar!

Rolou no 20 Perguntas

Feed (assine ontem!)

iTunes (SIM! Deixe cinco estrelas por lá e uma resenha bacana!)

Facebook Bacanudo

Twitter dos Bacanudos

Emails

  • bacanudo@bacanudo.com.br

 

Compartilhe:Share on Facebook11Tweet about this on TwitterShare on Google+0
Author
Bacanudo existe desde 2013 e está presente sempre que coisas bacanas acontecem! Além de tentar produzir conteúdo diferente e divertido!
  • Ricardo Amaral Bueno

    O Leo tá podcasteando pela podosfera essa semana hein? Vou ouvir amanhã de manhã , mas fico muito feliz que ele tenha participado de um dos meus podcasts favoritos.

  • Mas ficou massa demais, deixa o Leo falar é uma aula de vida e conduta. Não há como fugir do trabalho, quando o trabalho é sua essencia de vida, conectar pessoas, ser o comunicador, o construtor de pontes. Massa pacas, valeu Pedro!

  • Papo ótimo, mas a produtividade de sexta foi pras cucuias, né… Três horas?!
    Tá ruim não, manda mais. 😀

  • Caro Pedro

    Estou neste momento de pé aplaudindo o seu retorno retorno do 20 perguntas.

    Não menosprezando os outros programas do Bacanudo, mas este episódio em específico está soberbo.

    Eu achei que eu falava muito (para isso você sempre tem as minhas listas que envio por e-mail) mas o Léo mostrou que tenho concorrência forte.

    O Léo tocou em pontos importantíssimos a respeito de monetização e internet.

    Especialmente na preocupação de medir a mídia podcast, e sua penetração.

    Ele, que foi o único a fazer pesquisa, observou levemente que falta na verdade é o respeito de outros profissionais da internet, e da comunicação, com a plataforma podcast.

    Está sendo necessário alguns radialistas famosos fazer programas independentes somente para a internet em formato podcast.

    Programas de temáticas mais adultas e profundos como o Mamilos mostram que jornalistas podem sim falar de assuntos sérios e com propriedades.

    Quem n]ao ouviria um podcast de 50 min de uma análise aberta (como a que o Léo fez) de um Carlos Alberto Sademberg, ou uma Liliam Witte Fibe ?

    Na minha opinião falta ainda as agências de publicidade se modernizarem também. E principalmente de mentalidade, conhecendo o que é realmente a internet, e as mídias que a compõe.

    Na minha opinião está faltando inclusive tanto os podcasters, quanto o público, assumirem o papel de vendedores de idéias e da plataforma.

    E ter em mente que ganhar dinheiro honestamente e trabalhando é a consequência da excelência do trabalho. Se qualquer marca quer chegar ao seu público, há de saber como. Marcas de revista em quadrinhos anunciarem no UOL seguramente não tera um retorno muito superior do que , por exemplo, em sites de quadrinhos, que em números absolutos é menor que a UOL.

    Ainda falta agências e marcas entenderem de qualidade de público.

    Números como os que o Radiofobia possui impressionam a nós (que vivemos disso), mas não os “coroas” que não apostam em nichos. Nichos como o bacanudo e sua paixão por quadrinhos independentes, como o PH Santos para falar de cultura, como o Radiofobia para produzir programas interessantes, como o Na Porteira Cast e Temacast para falar de conhecimento.

    As pessoas que fazem propaganda estão acostumados, ainda, a olhar apenas o número absoluto. Sem filtrar e sem prestar atenção na qualidade.

    Ainda é importante que os próprios anunciantes entendam o que é anuncio pago pela qualidade dos ouvintes do que um pela quantidade de ouvintes. Pois vale mais um anúncio que venda para 20 pessoas feitos a 2000 ouvintes, do que 20 compradores de 100.000 ouvintes.

    Um abismo cultural que faço minhas as palavras que o próprio Leo usou no Youpix no ano passado : na publicidade e propaganda está precisando que morra uma geração, para que uma nova e mais moderna assuma”.

    Abraços e Parabéns pelo episódio.

    Luciano Fernandes

    • Obrigado pelo retorno, meu caro! É sempre bem-vindo por todos nós!

  • Diego

    Esse cara é um xarope!

  • Diego

    O mestre do Léo Lopes é do Nepal. NE PAU NO CU DELE

  • Alexandre Santos

    Sou daqueles que não comentam muito nos podcast que ouço, devido a quantidade ouço vários ao dia e acabo sempre esquecendo ou perdendo a vontade de comentar, mas hoje eu me senti obrigado a fazer isso.
    Não sou um grande fã do Leo Lopes, mas admiro muito o trabalho dele, esse 20 perguntas ficou muito massa, essas 3 horas foram bem gasta, foi um ótimo episódio.

    • Valeu, cara! 😉

    • Ia dizer o mesmo.
      Acrescento que desde o final de 2011 ouço o Radiofobia e acho o Leo Lopes um dos melhores produtores de conteúdo e evangelizadores dessa mídia. Espero que sua empresa alcance as metas que definiu aqui e que continue com o ótimo trabalho.
      Alias o mesmo se aplica ao Bacanudo.
      Ps. demorei 3 dias para conseguir ouvir o programa todo, mas valeu a pena.

  • Gabriel Tavares

    Pedro e Léo-lhes Lopes-lheslhes,

    Eu sou um dos ouvintes do limbo que não comenta muito em podcasts. Escuto desde 2007 podcasts sobre praticamente qualquer assunto. Mas esta entrevista foi fantástica! Já admirava o trabalho do Sr. Léo desde o inicio do Radiofobia e já ouvi mais de uma vez algumas partes da história de vida, e agora posso dizer que conheço um parte das opiniões do mesmo. Ps.: Leo, já comprei seus dois livros, ainda não sei PQ DIABOS não fiz um podcast para chamar de meu. Fico devendo a minha opinião sobre sua obra.

    Pedro, não sabia que você havia escrito a resportagem sobre podcasts da Superinteressante a alguns anos atrás. Li mais de uma vez e estava tb muito em escrita e didática para quem tivesse o interesse.

    No mas, Um grande abraço. Continuem o excelente trabalho

    • Valeu, Gabriel! Eu também não comento quase nunca! hahaha

  • Rafael de Sousa

    Esse programa ficou excelente. Curto muito o trabalho do Léo e sempre é interessante escutar sua história de vida. Porém nem sempre ele tem oportunidade de falar o que ele quer porque os podcasts tem um tamanho menor. Esse podcast deu a liberdade que ele precisava pra poder se expressar melhor, e ficou muito bom.

    É inspirador ver como foi seu trajeto de vida, e acaba nos incentivando a correr atrás do que gostamos de fazer. Hoje estou correndo atrás para aprender Japonês também, e em breve estarei abrindo a minha própria empresa, tentando sair da corrida dos ratos.

    Continue assim com esse formato de podcast, onde os entrevistados tem mais liberdade para falar, e também acho interessante o diálogo do entrevistador.

  • Ouvi a entrevista inteira, em duas sessões. É sempre bom ouvir o Leo. Mas, afinal, do que ele tava falando no finalzinho? Aconteceu a tal coisa?

    • Não! Foi adiada! Mas, quando rolar, também vamos divulgar por aqui! 🙂

  • Benedito Portela

    Oi, muito bom, Léo Lopes é incrível! Gostaria só deixar uma dica para que usa muito o mouse para editar, nos tempos que tinha estúdio eu sofria com dor no pulso justamente por causa das edições, então eu consegui um track ball da Logitech, e tudo mudou, a mão fica repousada sobre o track, e a movimentação bem precisa com o polegar, muito bom!
    Valeu!
    Bené

  • Alex Meira

    Olá Pedro,
    Parabéns pela entrevista confesso que programas de entrevistas são os meus prediletos, e esse vai entrar para minha galeria de top’s !!!
    Espero anciosamente pelo proximo 20 perguntas!

  • Eduardo Ramos

    Ótimo episódio, deu uma geral na situação do podcast no Brasil. Parabéns

  • Almighty

    Acompanhei a tragetória do Radiofobia desde o início e fico muito feliz que o Leo tenha conseguido tanto sucesso. Quando ele começou a fazer programas ao vivo, com efeitos e música de fundo colocados na hora, virou um grande diferencial dele. Participei de um episódio há muito tempo e pude conferir a bagaça ao vivo, é simplesmente sensacional!
    Parabéns pelo retorno do 20 Perguntas e pelo excelente resultado desta conversa com o Leo!

  • Seitan

    Sensational! O Leo sempre com seu garbo e elegâthia. Já tinha ouvido ele falando sua “biografia”, mas neste cast ele se aprofundou bem mais.
    Parabéns pelo programa!

  • Cassio Ferreira

    Olá Pedro!
    Parabéns pelo cast, e realmente este foi uma biografia em áudio, adoro programas com mais horas de duração.
    Um abraço.

  • Pingback: PodOuvir 001 – Sobre Leo Lopes e Luciano Pires - SpamCast()